Site da USP
Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos Universidade de São Paulo

LSI

O Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) foi fundado pelo Prof. Dr. João Antônio Zuffo em 1975, na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, e tem suas atividades de pesquisa e desenvolvimento centradas em sistemas computacionais integrados. Pioneiro em muitas áreas de pesquisa, o LSI tem forte parceria com a indústria e intensa cooperação com instituições estrangeiras.

As atividades do Laboratório envolvem pesquisa e desenvolvimento nas áreas de Saúde Digital, Sistemas de Visualização Interativa, Tecnologias Assistivas e de Reabilitação, Tecnologias para a Educação, Sistemas Computacionais Integrados, TV Digital, Microeletrônica e Microfabricação, entre outros.

Missão

Desenvolver pesquisa avançada aplicada e tecnologia de ponta, para oferecer soluções inovadoras que priorizem o interesse público e o desenvolvimento do País.

Visão

Ser um centro de referência mundial, destacando-se por contribuições consistentes à ciência e ao desenvolvimento tecnológico, e por consolidar inovações levando tecnologia à sociedade.

História

O LSI começou suas atividades com um projeto apoiado pela FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), uma agência federal brasileira de suporte à pesquisa e, como parte da história da microcomputação no Brasil, o LSI foi pioneiro no desenvolvimento de uma grande variedade de subsistemas, como um micro-super-computador de 32 bits, um mini-super-computador paralelo com arquitetura NUMA e aplicações específicas de microprocessadores. Além disso, foi responsável pelo desenvolvimento de muitos equipamentos de laboratório, como o osciloscópio digital e o analisador lógico, equipamento de caracterização e processos para microeletrônica.

Em abril de 2001, inaugurou a CAVERNA Digital, primeiro sistema de realidade virtual da América Latina, composto por cinco telas que envolvem os usuários com imagens estereoscópicas, acionado por um cluster gráfico, desenvolvido no próprio LSI. Atualmente, essa infraestrutura é utilizada em projetos conjuntos com diversos grupos de pesquisa da Escola Politécnica, de outras unidades da USP e de outras Universidades.

Em 2003, deu início ao Portal de Oncologia Pediátrica, iniciativa financiada pela FINEP que envolve serviços médicos de todo o País, com o objetivo de aprimorar protocolos colaborativos de tratamento do câncer infantil e interligar estes centros.

O Laboratório conta hoje com centenas de publicações científicas e tecnológicas, e tem orgulho de ter formado um grande número de profissionais de destaque no mercado, graças ao constante incentivo à criatividade e capacidade de inovação de seus professores, pesquisadores, funcionários e estagiários. A transferência das tecnologias desenvolvidas para a indústria brasileira, para que possam se reverter em itens úteis à sociedade, é um objetivo importante nas atividades do LSI.

Seguindo tendências mundiais, o LSI tem diversificado seus campos de ação e estabelecido forte intercâmbio de pesquisa com várias instituições nacionais e internacionais, além de participar de projetos de colaboração nacional, como o Sistema Brasileiro de Televisão Digital e o projeto inovador OPLP/UCA (Um Computador Por Criança).