Site da USP
Fale conoscoFacebook

Solidariedade e nucleação

Desde sua origem, o PPGF tem desempenhado papel relevante para a formação de pesquisadores e docentes das Universidades brasileiras. Ainda hoje, de uma amostragem de 90 egressos (formados a partir do ano de 2000), 41% são professores de Universidades Federais e Estaduais. Ainda deste total, 15,5% são pesquisadores em institutos de pesquisa como o IG (Instituto Geológico), IF (Instituto Florestal), entre outros, e quase 8% trabalham na gestão pública. Estes dados permitem verificar que o PPGF ainda desempenha papel nucleador, contribuindo para a formação de quadros docentes, pesquisadores e gestores públicos.

A solidariedade com Universidades em regiões menos desenvolvidas do país se consolida por meio de convênios tais como o Dinter-Minter (Mestrado e Doutorado Institucionais), firmado entre a USP e a UEA (Universidade Estadual do Amazonas) e a cooperação acadêmica para execução do projeto Análise integrada em bacias hidrográficas: estudos comparativos com distintos usos e ocupação do solo desenvolvido no âmbito do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (Edital PROCAD  Nº071/2013), firmada com a UFSM e UFG/Jatai, com coordenação da USP.

Recentemente, o projeto Ensino de Geografia do Brasil para Refugiados representa importante iniciativa de caráter solidário e de relevância social ao permitir a difusão de conhecimento e sociabilização de refugiados.

Iniciativas individuais de solidariedade fazem parte de atividades tais como a realização de mini-cursos e palestras ministradas por docentes a convite de programas em ascensão e em escolas públicas. Além disso, a participação de docentes do PPGF na reciclagem de professores da rede pública tem ocorrido com regularidade.