FacebookTwitter

Aluno estrangeiro

Há 2 maneiras para candidatos estrangeiros ingressarem no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial.

1ª – O interessado deverá se submeter a um exame de seleção composto por prova escrita e análise de currículo. Todas as informações necessárias para inscrição no processo seletivo, número de vagas, datas importantes, tópicos da prova escrita e os critérios de pontuação do currículo podem ser encontradas nos editais publicados para cada processo seletivo na seção Editais de Seleção.

Ao final do processo, se aprovado, será fornecida uma Carta de Aceite da instituição.

Observação:

Estrangeiros, ou mesmo brasileiros que residem longe do local de provas (Lorena, SP), podem, alternativamente, substituir a prova escrita convencional pelo teste internacional denominado “GRE Subject Test in Biochemistry, Cell and Molecular Biology” (informações disponíveis no site: https://www.ets.org/gre/subject/about). Neste caso, além dos documentos exigidos para inscrição no Edital de Seleção, o candidato deve apresentar cópia do resultado oficial do teste do GRE. A nota da prova será atribuída entre 0 e 10 na proporção correspondente à porcentagem de acertos obtidos no teste GRE.

———————————————————————————————————

2ª – Os estrangeiros que moram fora do Brasil também poderão ingressar no Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial através do Programa de Estudantes-Convênio de Pós-Graduação da CAPES (PEC-PG), cujas informações deverão ser consultadas no site da CAPES (http://www.capes.gov.br/cooperacao-internacional/multinacional/pec-pg).

Para candidatos estrangeiros que irão concorrer em seu país às bolsas PEC-PG concedidas pelo governo brasileiro, ou às bolsas concedidas por outros órgãos internacionais, o processo seletivo constará da análise de currículo vitae realizado por uma banca examinadora definida pela Comissão Coordenadora do PPGBI.

Ao final do processo, será fornecida uma Carta de Aceite da instituição.

Documentação para os alunos Estrangeiros

A obtenção do documento de permanência temporária de estrangeiros, indispensável para a permanência prolongada no Brasil, tem duas etapas e começa no seu país de origem.

No seu país de origem

Na Embaixada Brasileira (ou Consulado) em seu país de origem, será necessário:

•Solicitar o Visto de Estudante;

Para isto, você deve ter em mãos a Carta de Aceite enviada pela Universidade de São Paulo. Provavelmente você também precisará apresentar o seu passaporte, fotos e outros documentos.


No Brasil

Ao chegar no Brasil o candidato deverá ir imediatamente à Delegacia de Polícia Federal para obter os documentos: RNE e o CPF.

– O documento de permanência temporária de estrangeiros no Brasil chama-se: Registro Nacional de Estrangeiros (RNE). Somente com este número você poderá abrir conta em banco, comprar passe escolar, ou realizar qualquer outra atividade que necessite de uma confirmação da sua permanência prolongada no Brasil.

– Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é o registro de um cidadão na Receita Federal Brasileira, este documento será necessário para realizar a matrícula na EEL/USP e cadastrá-lo no sistema.

Observação:

Delegacia de Polícia Federal (mais próxima da cidade de Lorena/SP – Aprox. 33 Km de distância / 35 minutos de carro)

Endereço: Avenida Nesralla Rubez, 998

Bairro: Vila Canevari     – Cruzeiro/SP

CEP: 12710-070

Telefone de Contato: (12) 3143-1844