Sobre o USP Mulheres

O Escritório USP Mulheres, coordenado pela Profª. Eva Alterman Blay, integra, a partir de 2016, o programa ElesPorElasHeForShe, com o projeto-piloto Impacto 10x10x10, que visa atingir 10 países, 10 empresas e 10 universidades, da Organização das Nações Unidas (ONU). A Universidade de São Paulo (USP) foi uma das 10 universidades escolhidas ao redor do mundo para compor esse movimento, sendo a única latino-americana. O enfrentamento à violência contra a mulher é o tema principal do Escritório USP Mulheres e também do conjunto das 10 universidades de Impacto no mundo. O Escritório é responsável pela proposição e implantação de iniciativas ou projetos voltados para a igualdade de gêneros e empoderamento de mulheres. Pretende trabalhar em rede, pensando soluções em conjunto, com o corpo universitário, com o auxílio dos grupos e coletivos estudantis e de docentes.

Dentre as medidas necessárias para alcançar a igualdade de gêneros, a USP se comprometeu a desenvolver e programar iniciativas sobre o tema das relações de gênero para os estudantes, professores e funcionários, e medidas enfrentamento à violência. A Universidade também acordou que se reunirá com frequência com as outras universidades do Impacto, para medir e reportar seu progresso de forma transparente, compartilhar boas práticas e mobilizar outras universidades na adesão desta causa.

A USP incentivará, ainda, pesquisas interdisciplinares para desenvolver estudos voltados para a diversidade dos aspectos de gênero e o papel do gênero no desenvolvimento urbano. Está previsto um encontro internacional com a participação das dez Universidades, que terá como tema “Erradicando a violência contra as mulheres nos campi universitários”, que é o tema prioritário de atuação das Universidades do Impacto.

Algumas outras propostas elencadas pela reitoria incluem: a promoção do esporte como parte da vida universitária e como instrumento de promoção da igualdade; o diálogo com outras universidades da América Latina como a Universidade de Buenos Aires e a Universidade Autônoma do México, para realizar ações conjuntas contra a violência nos campus.

As atuais universidades que compõem o Impacto 10x10x10 são: Georgetown University (Estados Unidos), Universidade de Hong Kong (China), Universidade de Leicester (Reino Unido), Universidade de Nagoya (Japão), Universidade de Oxford (Reino Unido), Sciences Po (Paris), Stony Brook University (of the State University of New York), Universidade de Waterloo (Canadá) e a Universidade de Witwatersrand (África do Sul).

A coordenadora do Escritório USP Mulheres é professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Eva Alterman Blay, um dos principais nomes do feminismo no Brasil. Foto: Ernani Coimbra

A coordenadora do Escritório USP Mulheres é professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), Eva Alterman Blay, um dos principais nomes do feminismo no Brasil.
Foto: Ernani Coimbra