Outros eventos

 

Dia Mundial da Saúde na ESALQ – Piracicaba

Integramos as atividades promovidas pela Direção da ESALQ no Dia Mundial da Saúde, no que tange a prevenção do uso problemático de álcool e outras drogas.

Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas – CONED

Apresentamos ao CONED o Programa Acolhe USP, implantado pela Universidade de São Paulo, para oferecer atividades de prevenção, acolhimento e tratamento relacionado ao uso de álcool e outras drogas à Comunidade USP.

Programa USP Rumo ao Envelhecimento Ativo

O Acolhe USP passou a integrar o Projeto Envelhecimento Ativo, coordenado pelo Dr. Egídio Dórea. O objetivo do Acolhe USP com esta parceria é atuar na prevenção ao uso prejudicial de álcool e outras drogas, na perspectiva de um envelhecimento saudável.

Ações junto a servidores e crianças moradoras de casa de acolhida do município de Jandira

O programa ofereceu formação introdutória relativa à temática “Álcool e outras drogas” a servidores municipais de diversas esferas do município de Jandira. Em outra ocasião, o Acolhe USP realizou ação de prevenção de uso problemático de álcool e outras drogas junto a crianças e adolescentes moradores de uma unidade de acolhimento do mesmo município. A ação, totalmente formulada levando em consideração as idades dos participantes, se deu na forma de um “game show” organizado pela própria equipe técnica do Acolhe.

Capacitação de membros das CIPAs em parceria com o SESMT

O Acolhe passou a compor, a partir de 2018, o treinamento promovido pelo SESMT a todos os membros de CIPAs de unidades da USP. Ao abordar assuntos relativos a saúde mental e o uso de álcool e outras drogas, prepara os “cipeiros” para auxiliar em situações relacionadas a essa temática que surjam no ambiente de trabalho.

Participação no lançamento do Programa Abraça UEPG

O Acolhe USP foi convidado a proferir uma fala no Programa Abraça UEPG, serviço de saúde mental criado para promover o acolhimento da comunidade universitária da Universidade Estadual de Ponta Grossa em questões de saúde mental. A fala foi voltada ao compartilhamento da experiência acumulada pelo Acolhe, suas potencialidades e fragilidades enquanto um serviço de saúde oferecido por uma universidade para sua própria comunidade.