“O papel da Espanha na formação do Brasil como nação: território e população”

No próximo dia 2 de setembro (sexta-feira), a USP, a Fundação Conselho Espanha-Brasil, a Embaixada da Espanha no Brasil e o Consulado Geral da Espanha em São Paulo promovem o seminário “O papel da Espanha na formação do Brasil como nação: território e população”.

O objetivo do evento é oferecer, por meio de conferências e mesas-redondas, uma visão detalhada da influência e a participação da Espanha na história brasileira.

Dentre os convidados para o seminário estão o embaixador brasileiro Luiz Felipe de Seixas Corrêa, membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, e o professor Antonio Terrasa Lozano, colaborador honorífico do Departamento de História Moderna da Universidad Complutense de Madrid e pesquisador do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora, que falarão sobre o período da União das Coroas.

Também participarão das discussões o professor Ramón Villares, catedrático de História Contemporânea da Universidade de Santiago de Compostela e ex-reitor da referida instituição (1990-1994), e a professora Marília Canovas, pesquisadora sênior do LEER – Laboratório de Estudos de Etnicidade, Racismo e Discriminação da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, que abordarão a imigração espanhola no Brasil.

Farão parte dos debates nas mesas-redondas o professor Ignacio Poveda, diretor científico do evento, secretário-geral da USP e professor titular de História do Direito da Faculdade de Direito da USP; os cientistas políticos e professores eméritos da Universidade de Brasília (UnB), Vamireh Chacón e padre José Carlos Brandi Aleixo; o historiador Amílcar D’Avila de Mello; o presidente da Fundação Getulio Vargas/RJ, professor Carlos Ivan Simonsen Leal; o médico cirurgião do Hospital Samaritano, José Pérez Rial; o senhor David Díaz, CO da Arteris/Brasil.

ORGANIZAÇÃO: