26/05 às 14h

Conferência: “Cultura, Universidade e Cidade”

Celso Frateschi (conferencista)
Claudia Alves Fabiano (mediadora)
Auditório Fernão Stella de Rodrigues Germano – ICMC – USP

Presencial c/ transmissão via Youtube) – https://youtu.be/_oa01mBzWYo

A Conferência abordará a relevância do pensamento sobre cultura, universidade e cidade e a indissociabilidade entre esses termos. Por que compreender e, mais além, defender a importância da arte e da cultura na constituição dos sujeitos e  dos territórios (cidades, universidades) se tornaram tão urgentes na atualidade? Como potencializar os diversos saberes e fazeres nos campos das artes e da cultura nesse contexto? 

Celso Frateschi
Ator, Diretor, Dramaturgo, Professor e Administrador Público. Carreira artística – Estreou no Teatro de Arena de São Paulo, em 1970, em Teatro Jornal 1a Edição, de Augusto Boal (1931-2009) e foi um dos fundadores do Teatro Núcleo Independente, grupo representativo dos anos 70, localizado na Zona Leste de São Paulo, disseminando um teatro de forte característica social na região e priorizando um trabalho de profundo teor crítico, voltado, preferencialmente, para um público popular. Trabalhou com prestigiados diretores/as, atores/atrizes e autore/autoras do teatro brasileiro, como Augusto Boal, Fernando Peixoto, José Renato, Elias Andreato, Márcio Aurélio, Enrique Diaz, José Possi Neto, Daniela Thomas, Roberto Lage, Rubens Rusche, Gabriel Vilela, Maurício Segall, Beatriz Segall,Naum Alves de Souza (1942-2016), Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Maria Padilha, Maria Adelaide Amaral e José Possi Neto (1947). Dentre as dezenas de espetáculos, destacam-se Os Imigrantes (1977), de sua autoria, no qual  teve sua primeira experiência como diretor, recebendo o Prêmio Mambembe de melhor projeto, Eras, de Heiner Müller (1978), pelo qual recebeu o Prêmio Shell de melhor ator, e Do Amor de Dante por Beatriz (1996), recebendo o Prêmio Apetesp de Melhor Ator. Desenvolve, paralelamente, uma carreira no mercado da televisão e do teatro empresarial. Televisão: Caros Amigos, Casos e Acasos e O Astro (TV Globo), José do Egito (TV Record), Sessão de Terapia (GNT) e 3% (Netflix). Carreira Administração Pública/Acadêmica: Foi Secretário de Educação, Cultura e Esportes do Município de Santo André, de 1989 a 1992 e em 1997/1998, Secretário de Cultura do Município de São Paulo, no período de 2003 a 2004, Presidente da Funarte, de 2006 a 2008, Secretário de Cultura de São Bernardo do Campo, em 2009, Diretor do TUSP – Teatro da Universidade de São Paulo, de 2004 a 2006 e de 2010 a 2014, e Professor de Interpretação na EAD/ECA- USP, de 1980 a 2015. Atualmente, é Diretor do Ágora Teatro, em São Paulo.

Cláudia Alves Fabiano
Graduada em Artes Cênicas pela ECA-USP, Mestre em Artes e Doutoranda na área de Pedagogia do Teatro, pela mesma instituição. É Curinga pelo Centro de Teatro do Oprimido de Augusto Boal (1931-2009) e pesquisadora na área de formação de espectadores. Coordena, desde 2009, o programa de ações artísticas e formativas do TUSP São Carlos, com ênfase em ação cultural e na formação de novos espectadores, grupos e artistas universitários e externos à universidade. Entre as ações realizadas estão as I e II Jornadas de Teatro Universitário do Tusp (2011/2012), as I e II  Bienais Internacionais de Teatro (2015/2017), como curadora das Ações Pedagógicas na II, e 18 Edições do Circuito Tusp de Teatro. Integrou os grupos de teatro IVO 60, e II Trupe de Choque, na cidade de São Paulo, e participou dos projetos Teatro Vocacional e Formação de Público (SMC- SP).