Talk Show “Carreira corporativa? Empreendedora? Ambas?”

Enxergar a vida de forma positiva é um pré-requisito para a sua carreira, seja ela corporativa, empreendedora ou ambas

Em mais um evento promovido pelo ECar USP, realizou-se uma conversa com Luciano Menezes, CEO da WTC Lisboa, e a parceira estratégica Christiane Takahashi, mediadora do Talk Show. Segundo o palestrante, é essencial enxergar a vida de forma positiva para que se possa alcançar qualquer posição no mercado de trabalho. Ser uma pessoa positiva significa cultivar um bom estado de espírito e treinar a não contabilização das negativas que se recebe ao longo da carreira. Isso se aplica também às tarefas do cotidiano: os desafios no ambiente de trabalho podem ser transmutados em momentos de entretenimento, afinal existem várias formas de se fazer algo.  
 
Um conceito bastante interessante mobilizado por Luciano é o da carreira diagonal. Para ele, há duas formas tradicionais de evolução profissional: atingir os cargos mais elevados na hierarquia da empresa ou se movimentar de forma horizontal na corporação.
 
Entretanto, Menezes defende que podemos ser visionários ao enxergar necessidades de negócio propondo vagas e se encaixando nessas posições. Cada pessoa tem o potencial para criar as possibilidades que gostaria de viver, trata-se de uma forma de não terceirizar a própria carreira.   Sobre a carreira empreendedora deve-se ter em mente que é uma decisão que envolve correr o risco de ter várias receitas. A dica, neste caso, é atuar primeiro no ambiente corporativo para conhecer melhor as diferentes culturas organizacionais e, a partir disso, escolher aquela que mais se adequa ao seu perfil para aplicar no empreendedorismo.  
 
 Assista abaixo: