Criminologia Experimental e Segurança Pública

A partir dos recentes avanços da Criminologia Experimental, o Grupo de Pesquisa propõe dedicar-se ao estudo de experimentos, métodos e intervenções que permitam extrair evidências científicas sobre o que funciona (what works) nas estratégias de segurança pública. Com base nas evidências científicas obtidas pelo método experimental, pretende-se desenvolver novas abordagens teóricas e recomendações de ação estratégica no campo da segurança pública. De um lado, a iniciativa compreende o desenvolvimento de projeto empírico exploratório sobre segurança pública e percepção de legitimidade da polícia e da justiça na região de Ribeirão Preto e criar condições para a realização de experimentos sobre condições ambientais que afetam a insegurança subjetiva e a percepção do medo do crime. De outro, a partir de chamada pública para “pesquisadores voluntários”, pretende-se aprofundar o conhecimento sobre a Criminologia Experimental e construir um repertório de experimentos possíveis de serem implementados. O Grupo de Pesquisa pretende promover a aproximação direta com experiências concretas do sistema de justiça criminal e a capacitação de pesquisadores, especialmente no que diz respeito a métodos de pesquisa experimental e interdisciplinar. Também realizará encontros (webinars) mensais sobre criminologia experimental.


COORDENAÇÃO

Coordenador: Eduardo Saad-Diniz (FDRP)

Vice-coordenadora: Ruth Estevão (FFCLRP)


MEMBROS

Marcus Lira Brandão (INeC)

Carla S.F.L.P. Cardoso (Universidade do Porto)

Rita de Cássia Camargo Brandão

Maria Cristina Maruschi (CPP/FFCLRP-USP)

Leonardo Isper Nassif Balbim (Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra/Polícia Civil do Estado de São Paulo)


ATIVIDADES