Eletrônica Orgânica: Uma nova fronteira da Ciência

A rede de pesquisa INEO (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Eletrônica Orgânica) tem por objetivo montar uma rede de grupos de pesquisa voltada à área de dispositivos eletrônicos e opto-eletrônicos orgânicos. Para isso, é usada a tecnologia de filmes ultrafinos, feitos de moléculas orgânicas semicondutoras.

O projeto da rede é concentrado em diferentes classes de materiais orgânicos, foto- e/ou eletroativos, e os projetos de pesquisa que compõem essa proposta incluem as áreas de síntese orgânica, estudo de propriedades estruturais, ópticas e elétricas, teoria de transporte em dispositivos e em estrutura eletrônica em nível molecular, processamento e possíveis aplicações de dispositivos.

Baseado nessa experiência, serão apresentados alguns trabalhos interdisciplinares que envolvem desde a síntese química das moléculas até a fabricação e caracterização de dispositivos (diodos luminescentes, fotovoltaicos, e transistores), passando pelos estudos fotofísicos e teóricos desses materiais.

Sobre Roberto Mendonça Faria: Possui graduação, mestrado e doutorado em física e livre-docência pela Universidade de São Paulo. Pós-Doutorado pela Université Montpellier e Centre National de La Recherche Scientifique. É arbitro de diversas revistas científicas. Atual Coordenador do Polo São Carlos do Instituto de Estudos Avançados.

 

Vídeo do evento:

Compartilhe! Compartilhar no FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInEnviar por e-mail

VOCÊ PODE GOSTAR ...