Mudanças nas avaliações educacionais são tema de conferência virtual

O modelo de avaliação educacional brasileiro vai passar por mudanças. A partir de 2021, tanto o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) quanto o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) terão alterações nos modelos, como a aplicação anual de provas. Para discutir a implementação dessas novas formas de análise do desempenho dos estudantes, a Cátedra Sérgio Henrique Ferreira, do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto  (IEA-RP), promoveu no dia 21 de maio, às 19h, a conferência virtual As avaliações educacionais em tempos de pandemia.

Para participar da conferência não foi necessário fazer inscrição. Bastou acessar o canal do IEA-RP no YouTube.

O evento teve como debatedores o integrante do Conselho Nacional de Educação (CNE) Eduardo Deschamps e a ex-presidente do INEP Maria Inês Fini. Eles abordara as implicações da pandemia de covid-19 nas avaliações educacionais, a insistência do Ministério da Educação em manter a data de realização do ENEM e como articular essas mudanças com a implementação do novo ensino médio e da Base Nacional Comum Curricular para a última etapa da educação básica. A mediação foi feita pelo titular da Cátedra, Mozart Neves Ramos.

Maria Inês Fini é pedagoga, professora e pesquisadora em Psicologia da Educação, Psicologia do Desenvolvimento, Social e do Trabalho. No INEP, foi responsável pela criação e implementação do ENEM e do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (ENCCEJA), além de diretora do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA).

Eduardo Deschamps tem graduação, mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi secretário de Educação de Santa Catarina, presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e presidente do CNE.

Mais informações sobre a conferência: iearp@usp.br.

Para mais informações sobre atividades e eventos clique aqui.

VOCÊ PODE GOSTAR ...