Seminário na USP Ribeirão Preto discute erradicação da pobreza

Seminário na USP Ribeirão Preto discute erradicação da pobreza

O Projeto Ribeirão Preto e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU promove nesta segunda, dia 16, a partir das 19h, um seminário temático especial sobre o ODS 1 – Erradicação da pobreza.

O evento será realizado no Auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da USP e terá transmissão pelos canais da FDRP e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto no YouTube. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas neste link. Para participar presencialmente, é preciso apresentar certificado vacinal de covid-19.

Participam como palestrantes o ex-senador e atual vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy; o padre Júlio Lancelotti, responsável pela Paróquia São Miguel Arcanjo; o vice-diretor da FDRP, Márcio Pereira Ponzilacqua; a vereadora de Ribeirão Preto Duda Hidalgo; o chefe de Divisão de Trabalho, Emprego e Renda da Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Ismael Colosi; e o presidente da Rede Brasileira de Renda Básica, Leandro Teodoro Ferreira.

Interessados em apresentar no evento suas experiências ligadas ao tema devem se inscrever neste link.

Mais informações: agendaonu2030@usp.br.

Sobre o projeto

O projeto Ribeirão Preto e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU vai realizar reuniões públicas de mobilização e debate sobre o processo de implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU na cidade e região.

Entre as ações institucionais do projeto estão 17 seminários temáticos com o intuito de promover a discussão crítica acerca de cada um dos ODS. Também haverá 17 minicursos com conteúdos sobre cada um dos ODS direcionados aos estudantes e aos jovens em geral, criação de vídeos de formação para gestores públicos e um livro com os resultados e informações reunidas ao longo da realização do projeto. 

Essa é uma iniciativa das Faculdades de Direito (FDRP), Economia, Administração e Contabilidade (FEA-RP) e de Medicina (FMRP) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP), todos da USP em Ribeirão Preto, em parceria com a Prefeitura e a Câmara Municipal de Ribeirão Preto, o Instituto Ribeirão 2030 e com governos e legislativos municipais e entidades da sociedade civil.

VOCÊ PODE GOSTAR ...