USP Analisa aborda importância do HC e impacto da crise na saúde

Referência em saúde para mais de 90 municípios e quase quatro milhões de habitantes, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP possui números que impressionam. Mas em tempos de crise, como manter em funcionamento uma estrutura desse porte? Para debater essa e outras questões sobre saúde, o USP Analisa desta semana entrevista o superintendente do HC Benedito Carlos Maciel.

Segundo ele, a importância do hospital vai além do atendimento à população na área de saúde. A pesquisa e o ensino são outros pilares fundamentais, que abrigam 4600 estudantes em oito carreiras e geram 450 novos projetos de pesquisa por ano. “É um importante centro de formação de pessoal. Temos pesquisas importantes em todas as áreas do hospital, entre elas imunologia, hemoterapia e terapia celular”, explica.

Para Maciel, embora a crise financeira que o País atravessa seja bastante preocupante, ainda não houve um impacto expressivo na manutenção dos serviços. “Trabalhamos com restrições no orçamento e isso exige que se faça um esforço para racionalizar custos e tentar manter a atividade do hospital e o atendimento à população inalterados. Até o momento, temos conseguido. Esperamos que, em um tempo curto, essa dificuldade se amenize para podermos ampliar o atendimento da forma que a população gostaria”.

Outro tema que será abordado no programa é o exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo que avalia os egressos dos cursos de medicina. Em 2016, 48% dos alunos que fizeram a prova foram reprovados. “O Cremesp não tem prerrogativa de definir se o profissional que não consegue nota mínima não poderia atuar como médico, mas seria positivo para a qualidade da medicina brasileira se o exame exigisse essa aprovação”, diz Maciel.

A entrevista vai ao ar nesta sexta (10), a partir das 12 horas. O USP Analisa é uma produção conjunta da USP FM de Ribeirão Preto (107,9 MHz) e do Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto da USP.

VOCÊ PODE GOSTAR ...