Fale conoscoFacebookTwitterGoogle PlusFlickrInstagramYoutube
\ Universidade de São Paulo - Sites > Pela alfabetização midiática e informacional > Perfis > Destaques > ESTRÉIAS NA TELA MIL: Araguaia, Guerra Sem Fim e Bem-Te-Vi

ESTRÉIAS NA TELA MIL: Araguaia, Guerra Sem Fim e Bem-Te-Vi

A Semana AMI Global da UNESCO em São Paulo traz uma programação audiovisual com três estréias que marcam a importância da alfabetização midiática e informacional para a cidadania e as lutas em defesa de direitos humanos: “Araguaia” é um memorial aos que seguiram as trilhas da luta armada no Brasil dos anos 60, “Guerra Sem Fim” é o trabalho de Vitor Blotta, professor do Departamento de Jornalismo da ECA voltado aos direitos indígenas a partir de material gerado em processos judiciais, “Bem-Te-Vi” resgata pela direção experiente de Ariane Porto os caminhos da educação “audiosocioambiental”.

O lançamento com a presença dos diretores e produtores integra a programação da Associação Brasileira de Profissionais da Educomunicação (ABPEducom), que realiza seu encontro anual integrada à Semana AMI Global.

Araguaia
Auditório do CDI – 3 de November, 19:00 hs
Apresentação: Prof. Ismar  Soares, Frei Beto e Dagmar Talga
A Guerrilha do Araguaia foi uma parcela na longa cadeia das lutas populares do Brasil, como por exemplo, a Cabanagem, Guararapes, Canudos, Contestado, Revolta da Chibata e Quilombo dos Palmares.
Foi também um movimento rural armado cujo combate mobilizou o maior número de tropas brasileiras desde a II Guerra Mundial, que ocorreu entre 1966 a 1975 no Sul do Pará, numa batalha desigual entre combatentes revolucionários do PC do B e camponeses, contra as forças de repressão do regime civil militar imposto ao país com o golpe de 1964.
Foi essencialmente uma luta pela liberdade e pela democracia em nosso país. O documentário apresenta-se como um subsídio essencial para as práticas educomunicativas voltadas ao resgate da memória e ao uso do audiovisual nas práticas de educação midiática.
*
Guerra Sem Fim: Resistência e Luta do Povo Krenak
Direção, roteiro, montagem – Vitor Blotta e Fabrício Bonni
Produção do Ministério Público Federal e da Unnova Produções. Duração: 30 min.
krenak no Rio
Realizado pela Unnova Produções em parceria com a ANPR e o Ministério Público Federal. O vídeo foi feito a partir de material gravado pelo próprio MPF em investigações nas Terras Krenak e Maxacali e trata da história desse povo, da colonização aos dias atuais com destaque para o período da ditadura militar. Apoio MPF/MG, Andhep.
 
Debate com a presença de Vitor Blotta, Professor do CJE-ECA-USP, Presidente da Associação Nacional de Pesquisa sobre Direitos Humanos e Diretor do Filme.
*
Bem-Te-Vi, o filme
Tao Produções. Direção: Ariane Porto
 
O documentário “Bem-TE-Vi, o Filme” fala dos processos e resultados de oficinas de audiovisual ministradas para crianças e adolescentes de diferentes procedências, a partir do cenário teórico da educomunicação. Narra o trabalho desenvolvido, a partir de 2008, em seis estados do Brasil, bem como – a partir de 2012, em países como Espanha, Inglaterra, Angola, Gana, Japão, Nepal, Nova Caledônia e Bulgária. 
Além da interatividade e da interculturalidade, o projeto envolveu acessibilidade, trabalhando com crianças com necessidades especiais, entre os quais deficientes visuais (com a colaboração do Instituto Dorina Nowill) e deficientes físicos e mentais (APAE São Sebastião).
Participaram, ainda, integrantes de comunidades quilombolas (Quilombo de Brotas), indígenas (da Aldeia Guarani Tekoa Pyau), além de crianças em tratamento oncológico (Hospital Boldrini), todas dialogando com as crianças dos outros países, superando barreiras linguísticas, culturais e sociais.
Debate com Ariane Porto.