REFORMA DO CRUSP

A REFORMA VAI COMEÇAR!

O CRUSP, construído na década de 60, possui atualmente 8 blocos de moradias usados por estudantes de graduação e pós graduação, com capacidade para abrigar centenas de estudantes.

A Superintendência de Assistência Social (SAS), ao pensar suas políticas sociais, entende que a manutenção da moradia estudantil é um programa de muita importância para a formação dos estudantes. Assim, a SAS e a Superintendência de Espaço Físico (SEF) conduzirão as reformas dos blocos do Conjunto Residencial da USP (CRUSP). O processo licitatório foi finalizado e o contrato foi assinado com a empresa Harus Construções Ltda.

Será realizada uma grande reforma estrutural dos prédios, sendo uma importante iniciativa para a política de permanência estudantil.

QUAIS SÃO OS FOCOS DO PROJETO?

A reforma busca principalmente atender questões de acessibilidade nos ambientes do CRUSP, com novo elevador, calçadas niveladas, piso adequado e sinalização tátil. E também foca na prevenção e combate de incêndios, com novo reservatório de água, tendo capacidade para atendimento às exigências do Corpo de Bombeiros.

Além disso, as escadas externas abertas, que estão fora da legislação atual, serão demolidas; e será feita também a liberação das áreas do pavimento térreo, mantendo funções de convívio, bicicletário e recepção.

As obras vão começar em Setembro com a reforma no Bloco D, que possui sete pavimentos e terá toda a infraestrutura elétrica e hidráulica readequada, além do novo reservatório de água. A reforma inclui também mudanças nas cozinhas, lavanderia e salas coletivas.

Importante: A Superintendência pede especial atenção de todas/os aos comunicados dos canais oficiais da USP, como forma de assegurar a veracidade dos fatos e a circulação de informações que visam as melhorias das condições de moradia no CRUSP.

A Divisão de Promoção Social da SAS está à disposição para esclarecimentos por meio do endereço eletrônico dps@usp.br.

OS MORADORES DO BLOCO D

Para garantir a segurança das/os estudantes e o bom andamento das obras, moradores do Bloco D devem ser transferidos para os demais blocos durante o período de reforma.

A SAS estabeleceu um procedimento cuidadoso para ser feito com cada estudante morador/a do Bloco D, visando sua realocação temporária. Essas/es estudantes têm sido contatadas/os pelas assistentes sociais, individualmente ou em grupo por apartamento, estabelecendo um diálogo e análise conjunta para chegar às melhores providências a serem tomadas.

PROJETO E CRONOGRAMA

A previsão do tempo para realização da reforma do bloco D é de 12 meses, a partir de Setembro. Você pode checar a etapa das obras a partir do indicador ao lado!

As mudanças e reformas que serão feitas são:

Etapa atual

Mais detalhes sobre o planejamento dessas alterações e reformas estão na Apresentação da Reforma do CRUSP, elaborada pela SEF-USP:

FAQ - DÚVIDAS FREQUENTES

Pelo contrato firmado, a reforma está prevista para ser realizada no período de 12 meses. 
Sim, os alunos moradores do Bloco D terão sua vaga garantida após o término da reforma.
Sim. Haverá a assinatura de um “Termo de Garantia da Vaga”.
Sim, a SAS está providenciando a contratação de empresa especializada na área para que os objetos e pertences que não puderem ser levados fiquem armazenados em local adequado e com seguro contra acidentes. Também está sendo verificada a logística de transporte dos objetos e pertences.

Sim, na seção Cronograma é possível acompanhar o planejamento e evolução da Obra, além do material de divulgação com a apresentação da empresa responsável pela obra.

O Serviço Social está disponível para os esclarecimentos necessários. Horários para atendimento podem ser agendados por meio do “Clique Social” ou diretamente pelo e mail da Assistente Social responsável por seu atendimento.