Impacto 10x10x10

Sem título

O programa piloto da campanha HeForShe, Impacto 10x10x10, refere-se a um envolvimento coletivo de, inicialmente, 10 governos, 10 empresas e 10 universidades que visam gerar impacto efetivo nos referidos três setores para expandir socialmente o combate à desigualdade de gênero e à violência. O programa busca identificar abordagens no confronto à desigualdade, e também testá-las, averiguando o grau de eficácia destas proposições.

Em relação aos 10 governos, o movimento busca, inicialmente, 10 Chefes de Estado/Líderes Políticos que estejam dispostos a assumir as ações e se tornarem modelos para a comunidade política mundial. Tais líderes estarão comprometidos em articular publicamente as ideias da campanha HeforShe com suas ações governamentais, para que o alcance da igualdade de gênero e do combate à violência contra a mulher seja expandido a nível nacional, e disseminado pelo território através de políticas públicas (entre outras medidas governamentais, como a coleta e o monitoramento de estatísticas nacionais sobre a igualdade entre os gêneros), realizando, assim, mudanças significativas nas esferas política e social.

Com relação às 10 empresas comprometidas com o programa, os Conselhos de Administração – CEOs e presidentes dessas empresas assinaram, inicialmente, a Declaração de CEOs em apoio aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs- Women’s Empowerment Principles), que consiste em um conjunto de princípios corporativos que fornecem diretrizes sobre a promoção da capacitação de mulheres no mercado e no local de trabalho. Tais princípios são resultados de uma colaboração mútua entre o ONU Mulheres e o Pacto Global da ONU, e podem ser encontrados com mais detalhes no site:
http://www.weprinciples.org/Site/MakingAndMeasuringProgress/.

Além disso, essas empresas irão se comprometer a promover atividades dentro de suas companhias que envolvam os funcionários, e que (através de indicadores de desempenho, por exemplo) fortaleçam atitudes e práticas éticas com relação à política do HeforShe, portanto, reforçando comportamentos dos homens enquanto parceiros da Campanha pelo fim da desigualdade de gênero.

E, finalmente, com relação às 10 Universidades comprometidas com o programa, a nível administrativo institucional, reitores e presidentes das Universidades devem se comprometer a programar uma estrutura ampla para a sensibilização relacionada à igualdade entre os gêneros, com foco principal no combate à violência contra a mulher nos campi. As 10 Universidades selecionadas ao redor do mundo são: Universidade de Witwatersrand, Africa do Sul; Universidade de Oxford, Reino Unido; Universidade de Waterloo, Canada; Sciences Po, França; Universidade Georgetown, Estados Unidos; Universidade de Leicester, Reino Unido; Universidade de Hong Kong, China; Universidade de São Paulo, Brasil; Universidade de Stony Brook, Estados Unidos e Universidade de Nagoya, Japão.

Essas 10 Universidades estão comprometidas a realizar cursos de formação de gênero – como orientação obrigatória às alunas e alunos, assim como a criação de ambientes de aprendizagem seguros, nos quais haja discussão sobre questões de desigualdade entre os gêneros. Além disso, as Universidades do programa serão convidadas a somar esforços, no sentido de criar uma rede de aprendizado, cruzada entre si, que pretende inspirar e difundir as ideias do Movimento em outras novas Universidades pelo mundo. Através dessa mudança social, as Universidades 10x10x10 devem destacar o valor que têm a igualdade de gênero e a segurança de suas alunas e alunos dentro dos campi, que serão divulgadas como um novo padrão a ser seguido pelas demais Universidades espalhadas pelo globo.

Nessa perspectiva, a mobilização da juventude deve ser valorizada e vista como uma importante forma de acelerar o processo de superar a desigualdade de gênero. Por isso que a inclusão de tais Universidades no programa Impacto 10x10x10 visa explorar esse potencial e contribuir para o movimento, também acelerando o combate à violência de gênero nos campi universitários.