Departamento de Ciências Básicas e Ambientais Escola de Engenharia de Lorena
Fale conosco

DEBAS

HISTÓRIA

 

    Em 1991, a partir da estadualização da Faculdade de Engenharia Química de Lorena – FAENQUIL, houve a criação do Departamento Básico. Inicialmente, o mesmo era voltado ao atendimento das demandas de ensino de Cálculo e Física pertencentes ao núcleo básico das engenharias, além de algumas disciplinas profissionalizantes como Psicologia, Direito, Português, Tubulações Industriais, Organização Industrial e Segurança do Trabalho. Os docentes ministravam essas disciplinas nos cursos de graduação em Engenharia Química, Engenharia Industrial Química, Engenharia Bioquímica e Engenharia de Materiais.

    Em 2005, o Departamento organizou a linha de pesquisa relacionada ao Meio Ambiente e à Modelagem Matemática Computacional, desenvolvendo trabalhos relativos à aplicação de equações diferenciais, técnicas estatísticas e computacionais em problemas de engenharia, análise termo econômica e impacto ambiental de sistemas de geração e cogeração de energia; estudos sobre redução/remoção de emissões de poluentes atmosféricos; análise de modelos estocásticos relacionados ao tratamento de resíduos industriais líquidos; custo dos impactos ambientais relacionados a plantas termelétricas e centrais hidrelétricas.

    Em maio de 2006, a FAENQUIL foi incorporada pela Universidade de São Paulo, tornando-se uma de suas unidades, denominada Escola de Engenharia de Lorena – EEL/USP.

   Em 2009, a partir do Departamento Básico, foi criado o Departamento de Ciências Básicas e Ambientais, com a finalidade de continuar com a responsabilidade de administrar as disciplinas do Ciclo Básico e desenvolver o curso de Engenharia Ambiental.

    Em 2011, o Conselho Universitário da Universidade de São Paulo aprovou a criação do curso de Engenharia Ambiental, com 40 vagas em período integral e duração de 10 semestres. O ingresso se dá pelo concurso vestibular FUVEST e por processo de transferência externa. Dessa forma, além da responsabilidade pela grade curricular de todo o Ciclo Básico, que atende todos os cursos de engenharia da Instituição, os DEBAS/EEL/USP Relatório Anual 2018 4 docentes passaram a ter uma nova área de atuação e a constituir grupos para desenvolver estudos e pesquisas também na área ambiental. O Departamento conservou sua característica interdisciplinar, ainda após a contratação de novos docentes de diferentes especialidades, os quais articulam as ciências exatas, humanas e biológicas, a fim de resolver problemas complexos nas diferentes áreas do conhecimento.

    No ano de 2018, o Departamento propôs um curso de mestrado profissional na área de Gestão e Tecnologias Ambientais, atualmente em avaliação na CAPES/MEC. Essa proposta está inserida na problemática e nos desafios a serem enfrentados na região do Vale do Paraíba, e através de uma abordagem interdisciplinar, irá contribuir com a pesquisa e a realização de projetos envolvendo questões ambientais vitais, para o desenvolvimento sustentável dessa região.

Objetivos do LOB

  •  Ministrar aulas das disciplinas referentes à grade curricular do Ciclo Básico para os diferentes cursos de graduação da EEL-USP visando à formação de engenheiros.
  •  Formar o Engenheiro Ambiental para que possa atuar no desenvolvimento econômico e sustentável do país, com novas tecnologias para a prevenção e controle da poluição ambiental.
  •  Orientar os alunos da EEL, preparando-os para a carreira científica e acadêmica.
  •  Desenvolver atividades de pesquisa e extensão relacionadas à área ambiental.