Palavras do Presidente da Comissão de Direitos Humanos

Marielle passa a ser símbolo de um novo Brasil.
Mulher, negra, vereadora dos direitos humanos, foi sacrificada porque cada setor que representava, perturba e confronta, que começou um Brasil a ser derrotado.
Sabe-se porque a mataram. Agora é indispensável que se saiba quem são os responsáveis, e renovar na sua memória a luta por um Brasil democrático, igualitário e que se puna nos governos ou fora dele, os que roubam, matem ou se aproveitem ou lucrem com nossas desigualdades.

 

José Gregori

VOCÊ PODE GOSTAR ...

1 Resposta

  1. Eunice Prudente disse:

    Meu Prezado Presidente
    Ministro José Gregori
    Prezados colegas Conselheiros
    COMISSÃO DIREITOS HUMANOS DA USP

    O momento é de dor, indignação, mas também de reflexão.
    O futuro já aconteceu, uma cidadã brasileira, negra das comunidades cariocas, cientista social, representante do povo, condignamente eleita,.O Brasil tem solução!
    É, prezados o futuro está acontecendo.
    Mas a jovem foi simplesmente assassinada. Querem nos atemorizar.
    Mais do que nunca se faz necessário pensar, refletir e exigir direitos humanos.
    Conselheira Eunice Prudente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *