You are currently viewing Em Rondônia, mais de 500 mil peças arqueológicas são encontradas
Peças arqueológicas identificadas em Rondônia

Em Rondônia, mais de 500 mil peças arqueológicas são encontradas

Artefatos foram resgatados dos canteiros de obras e entregues à Universidade Federal de Rondônia

Mais de 10 mil anos de história foram resgatados dos canteiros de obras das hidrelétricas Santo Antônio e Jirau, em Porto Velho. Todo material está sendo levado para a Universidade Federal de Rondônia (Unir), que cataloga e pesquisa quase 500 mil peças que recontam a história de Rondônia.
Peças arqueológicas líticas em cima de uma mesa
Peças arqueológicas identificadas em Rondônia
  De acordo com a arqueóloga, Glenda Félix, parte do material encontrado remete à ferrovia e outros contam o passado histórico dos grupos indígenas. “É um material importante que conta um pouco do legado”, explicou. A coordenadora da reserva técnica, Silvana Suze, participou de quase toda fase de escavação e identificação das peças, que em sua maioria são de cerâmica. “Tem uma diversidade de materiais líticos, cerâmicas, carvões e sementes carbonizadas, sedimento arqueológico que recebemos e, claro, os materiais do período da colonização de Rondônia”, contou. Para o chefe de departamento de arqueologia da Unir, Carlos Zimpel, o material ainda vai render muito estudo. “Temos aqui exemplos históricos, desde sepultamentos indígenas até gravuras rupestres. Estamos criando um centro de referência de arqueologia aqui no Estado de Rondônia”, disse. Após a pandemia, a Unir vai exibir todas as peças coletadas pela universidade. A ideia é criar uma exposição para mostrar a história de Rondônia através das peças.