Novo Banco de Desenvolvimento aprova projetos de Infraestrutura Sustentável no Brasil

Tradução: Bruno Couto de Souza Pedrosa

Em 22 de março de 2022, o Conselho de Diretores (Conselho) do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) realizou sua 34ª reunião em formato virtual, durante a qual foram aprovados dois projetos:

Projeto de Infraestrutura Sustentável Desenvolve SP
O Conselho aprovou um financiamento de USD 90 milhões para o Desenvolve São Paulo (DSP) nos setores públicos e privados no estado de São Paulo. Ao ter parceria com o DSP, o NDB será capaz de alcançar municípios menores e companhias do setor privado que são atualmente não-elegíveis para acessar fundos de bancos de desenvolvimento multilateral, apoiando a recuperação econômica sustentável pós-pandêmica. Os recursos do financiamento do NDB serão usados como empréstimos para investimentos em infraestrutura-chave local como desenvolvimento urbano sustentável, energia e irrigação limpa, gestão de recursos hídricos e saneamento.
O Conselho foi informado sobre a implementação e despesas do projeto e atualizado sobre a fase de preparação do projeto. O Conselho aprovou as amendas propostas para as Condições Gerais para Empréstimos Soberanos e Empréstimos com Garantia Soberana e revisado com empréstimos para governos sub-nacionais sem garantia soberana.

Projeto de Infraestrutura Sustentável FONPLATA
O Conselho um financiamento de USD 50 milhões para o Fondo Financiero para el Desarrollo de la Cuenca del Plata (FONPLATA, Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata), uma organização internacional formada por Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai e Uruguai. Os recursos do financiamento serão emprestados pelo FONPLATA a municípios de grande e médio porte e a estados federais no Brasil para financiar projetos multissetoriais com foco em melhor a infraestrutura local, tais como como água e saneamento, moradia social, transporte, viabilidade turística e infraestrutura urbana. O Projeto de Infraestrutura Sustentável FONPLATA contribuirá para os esforços do Brasil para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs), em particular, o ODS 9: construir infraestrutura resiliente, promover industrialização sustentável, e promover inovação.

Informação Contextual
O Novo Banco de Desenvolvimento foi estabelecido com o propósito de mobilizar recursos para projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável no BRICS e outras economias emergentes de mercado e países em desenvolvimentos, complementando os esforços de instituições financeiras multilaterais e regionais para crescimento e desenvolvimento global.
De acordo com a Estratégia Geral do NBD, o desenvolvimento sustentável de infraestrutura está no centro da estratégia operacional do Banco. O NBD recebeu a classificação AA+ de emissor de crédito de longo prazo pela S&P and Fitch e classificação AAA de emissor de moeda de longo prazo da Japan Credit Rating Agency (JCR) e a Analytical Credit Rating Agency (ACRA).

Fonte: https://www.ndb.int/press_release/ndb-board-of-directors-held-its-34th-meeting-approved-two-projects/

English English Português Português