Você sabe o que é Brics e a importância dele no cenário internacional?

Grupo de estudos multidisciplinar da Faculdade de Direito da USP organiza pesquisas e grandes eventos sobre a cooperação de países emergentes.

O estudo do Brics – sigla que se refere ao Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul –  na área do Direito Internacional foi o primeiro passo para o Grupo de Estudo sobre os Brics (Gebrics), da Faculdade de Direito (FD) da USP, em São Paulo, se formar. Quatro anos depois, eles realizam pesquisas, palestras e jornadas com a participação de cônsules e professores de universidades mundo afora.

Pode gerar confusão, mas Brics não é um bloco econômico nem uma organização internacional – não existe um tratado com sede que o constitua como bloco. Ele existe como um agrupamento de cooperação diplomática entre cinco países ditos emergentes, que estão desenvolvendo sua economia.

O impacto desse agrupamento mostra suas forças com o alinhamento em áreas estratégicas, como a criação do Novo Banco de Desenvolvimento, com sede em Xangai. Mas por que estudar um bloco sem tratado ou sede oficial?

O advogado Victor Arruda Pereira de Oliveira e pesquisador do Gebrics explica que o Brics é uma mudança de paradigma internacional. “Precisamos atualizar nossos conceitos para o mundo em que estamos inseridos, que já não é mais o pós-guerra de 1945. Eles têm papel reformista em um mundo cada vez mais multilateral.”

Por isso, o Gebrics estuda a formação de tratados, as cúpulas anuais de chefes de Estado e atuação do grupo dentro da diplomacia. “Temos um foco multifacetado dentro do direito, com estudos sobre investimento em infraestrutura, como são feitos contratos e as normas internacionais aplicadas neles”, explica Arruda.

Coordenado pelo o professor da FD Paulo Casella, a proposta do grupo é estudar a perspectiva jurídica de cooperação internacional entre os cinco países-membros. Ele explica que é através de mecanismos do direito internacional que a integração e a cooperação se solidificam na prática.

“A importância é lançar luz sobre as temáticas do Brics, que não é tão presente no cotidiano dos pesquisadores brasileiros como está presente nos outros países participantes. E, depois de uma década de cooperação entre nações, o Brics já é uma realidade.”

Criado oficialmente em 2015, quando foi registrado no CNPq, a ideia de criar um grupo de estudos sobre o Brics tem origem dois anos antes, em um seminário sobre colaboração bilateral entre Brasil e Rússia, com parceria do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP. O evento recebeu professores de universidades russas.

Avançou para uma disciplina de pós-graduação em 2014 e fundado no ano seguinte. Desde então, abre editais todos os anos para alunos de graduação, mestrado e doutorado com interesse na pesquisa do grupo. O processo é facilitado porque a USP, assim como a Unicamp, participa da rede de universidades Brics Universities Network e tem contato com pesquisadores dos outros quatro países que compõem os acordos.

E se a ideia inicial era o estudo do direito, hoje, outras áreas também são contempladas por membros do Gebrics, como relações internacionais, sociologia, economia.  São cerca de 20 membros que se reúnem mensalmente para discussões de textos e publicações. Existe uma subdivisão interna dos pesquisadores em eixos, como infraestrutura ou investimentos internacionais.

Mas também organizam eventos diversos ao longo do ano. O destaque é a Jornada do Brics, um evento anual que reúne autoridades, especialistas e professores de outras universidades de países da organização. Este ano, eles organizam a terceira edição, que contará no calendário oficial da cúpula do Brics na categoria People to People. 

Ano passado, diplomatas e professores de universidades nacionais e internacionais participaram da segunda Jornada dos Brics, que ocorreu em São Paulo. Este ano, o evento está em organização, mas o grupo tem expectativas altas. “Tivemos respostas positivas de diplomatas e membros do Ministério das Relações Exteriores”, adianta Arruda.

Fonte: https://jornal.usp.br/universidade/voce-sabe-o-que-e-brics-e-a-importancia-dele-no-cenario-internacional/?fbclid=IwAR2P3IsmEksMx261todXWjFwfBAlHJOjtdhspYsbnldH-plYf6v-lxuw1iI

English English Português Português