Apresentação

30 de junho de 2017

O mestrado em Modelagem de Sistemas Complexos (mestrado stricto sensu) é um programa interdisciplinar e inovador que tem por objetivos formar profissionais capazes de empregar técnicas quantitativas e computacionais em problemas aplicados à saúde, gestão, política pública, ciências sociais e ambientais e de reinterpretar estes problemas à luz da ciência da complexidade.

O público-alvo do programa é bastante diverso, composto por:
a) Estudantes provenientes de áreas de gestão e ciências sociais aplicadas, biológicas, ambientais e da saúde, interessados em desenvolver projetos em modelagem quantitativa;
b) Estudantes provenientes de áreas quantitativas, como matemática, física, estatística, computação, engenharias etc, interessados em pesquisa teórica e aplicações de modelagem em sistemas complexos e de ciência de dados.

A exemplo do que vem acontecendo em programas semelhantes na Europa (por exemplo, Erasmus Mundus Masters in Complex Systems Science e European Master Programme in System Dynamics), egressos do Mestrado em Sistemas Complexos podem seguir carreiras acadêmicas em doutorados interdisciplinares ou ter atuação diferenciada como profissionais de mercado altamente inovadores.

As principais áreas de pesquisa do programa são:
– Ciência de Dados
– Fundamentos de Sistemas Complexos
– Redes Complexas
– Sistemas Complexos Aplicados a Ciências Sociais, Biológicas, Ambientais e da Saúde

Ingresso no programa:

Clique aqui para informações sobre formas de ingresso no programa e períodos de inscrição.

Coordenação:

Prof. Dr. Marcelo de Souza Lauretto – Coordenador

Prof. Dr. Camilo Rodrigues Neto – Suplente