Que governança?

Algumas definições conceituais utilizadas nos trabalhos do GGF:

Governança: refere-se às diversas formas de governar sobre determinado tema de interesse comum ou público (Mansourian 2016), pelas quais múltiplos atores (Koopmans et al. 2018) buscam resolver problemas e criar oportunidades (Kooiman e Bavinck, 2013), por meio de processos adaptativos (Folke et al. 2005). Os múltiplos atores sociais que participam de sistemas de governança interagem a partir de princípios de inclusão social e pluralidade e ações com vistas a colaborações, parcerias e trabalho em redes (Arts et al. 2014, Folke et al. 2005; Ostrom, 1990).

 

Governança da restauração florestal e da paisagem (RFP): conjunto amplo de instituições e atores, em todos os níveis, e as maneiras pelas quais eles se conectam e inter-relacionam ao longo do tempo, para influenciar a implementação e o processo de restauração de uma paisagem florestal ou território (Mansourian 2017, Brancalion et al. 2016, Davoudi et al. 2008).

 

Inovação Social: é a reconfiguração de práticas sociais, em resposta a desafios sociais, que busca melhorar o bem-estar social e inclui – necessariamente – o envolvimento de atores da sociedade civil (Polman at al. 2017).

 

Sistemas socioecológicos: