USP and PrInt

04/02/2019

Apresentação

Por iniciativa de sua Diretoria de Relações Internacionais, a Capes lançou o edital PrInt para que as Universidades pudessem desenvolver uma proposta de internacionalização da pós-graduação moldada de acordo com suas características e necessidades. Este edital prevê atividades durante os próximos 4 anos.
A USP aceitou o desafio e partir de discussões internas, que culminaram com a aprovação pelo Conselho de Pós-Graduação, apresentou uma proposta que foi aprovada pela Capes na sua totalidade.

Áreas temáticas

Na proposta da USP os programas de PG foram inseridos em 5 grandes eixos temáticos como demonstrado a seguir:

Area Number of programs Number of teachers
TPAS – Translational Plant and Animal Sciences 32 627 (10,7%)
HAD – Health and Dieseases 88 2036 (34,8%)
EAS – Earth and Space 22 832 (14,2%)
AAH – Arts and Humanities 49 1691 (28,9%)
TEC – Technology 24 660 (11,2%)
Total 215 5846 (100%)

Universidades Parceiras Preferenciais

Também foram definidas, como solicitado no edital do Programa, Universidades Parceiras Preferenciais, para que as ações internacionais possam ter ações duradouras e de excelência científica e acadêmica, envolvendo ainda contrapartidas.

Modalidades de Bolsas

As modalidades de bolsas solicitadas representam 144 milhões de reais nos 4 anos de duração do projeto e representam 50% de acréscimo em relação aos valores recebidos anteriormente pela Universidade.
A mobilidade estudantil para estágio sanduíche no exterior (PDSE) foi baseada nos princípios definidos anteriormente pela Capes, 1 bolsa de 12 meses por Programa de PG. As bolsas não utilizadas e excedentes, que foram solicitadas, serão distribuídas em etapas subsequentes com critérios de qualidade, podendo 1 programa receber outras bolsas, sem nenhum fator limitante. Espera-se com esta metodologia utilizar 100% das bolsas e com qualidade. É importante destacar que quase todos os alunos(as) ganhadores de prêmios, USP ou Capes, nos últimos anos realizaram estágio no exterior durante seu curso de doutorado.
A mobilidade de professores, tanto docentes USP como estrangeiros, foi calculada para cada eixo temático dependendo do número de orientadores em cada um deles. Serão realizados editais para cada tipo de mobilidade envolvendo a qualidade das propostas, com o número de vagas respeitando a proporcionalidade de orientadores em cada eixo. O quadro abaixo sumariza as modalidades existentes e as respectivas distribuições.

ÁREA Missão Capacitação (2 meses) Doutorado Sanduíche (6 meses) Professor Visitante no Brasil (15 dias) Professor Visitante no Brasil (1 mês) Professor Visitante no Exterior Junior (12 meses) Professor Visitante no Exterior Sênior (6 meses) Jovem Talento com Experiência no Exterior (12 meses)
TPAS 6 3 76 24 0 3 3 3
EAS 10 11 49 30 0 12 12 4
AAH 19 6 117 44 0 19 6 16
TEC 9 6 50 26 0 4 2 3
HAD 20 8 226 49 2 16 15 10
Total of Scholarships 2019 64 34 518 173 2 54 38 36
Valor of Scholarships (R$) 30.000 20.462,4 40.478,4 16155,29 23155,29 113716,8 65678,4 116110,6
Financial Amount (R$) 1.920.000 69.5721,6 20.967.811 2.794.865 46.310,58 6.140.707 2.495.779 4.179.981

Certamente o Programa PrInt USP/Capes terá como efeito imediato, já no primeiro ano, maior eficiência na distribuição dos recursos e aumento da mobilidade estudantil e de professores, mas é esperado que nos anos subsequentes ocorra aumento qualitativo nas parcerias dos programas de PG, com projetos conjuntos envolvendo diferentes grupos de pesquisa e financiamento internacional. Para estas atividades, a Pro-Reitoria realizará ações de indução, mas é fundamental que ocorra o engajamento dos alunos, orientadores e gestores de programas, pois é a partir destes atores que a pós-graduação é realizada na sua plenitude.