II Simpósio Internacional Pensar e Repensar a América Latina_Anais

Anais do II Simpósio Internacional Pensar e Repensar a América Latina

Ano: 2016

ISBN: 978-85-7205-159-0.

Organização: Dilma de Melo Silva, Vivian Grace Fernández-Dávila Urquidi , Alessandra Cavalcante de Oliveira , André Luiz Lanza, Maria Margarida Cintra Nepomuceno e Mayra Coan Lago

Basta clicar no nome do autor (a) ou do título do artigo para ter acesso ao texto desejado. 

OBS: Só disponibilizamos os textos que estavam de acordo com as diretrizes propostas pela Comissão Organizadora.

A

Adriana das Graças de Paula – Os Movimentos de Mulheres na Ditadura: uma análise sobre as Mães da Praça de Maio (Argentina) e o Movimento Feminino pela Anistia (Brasil).

Adriana Felden – O trabalho fotográfico de Tina Modotti. A representação feminina na sua obra.

Aiano Bemfica Mineiro – La Otra Educación: educação e autonomia no território zapatista em Chiapas, México.

Alberto Marcos Nogueira e Jacqueline A. Haffner – O papel do Estado Chinês nos investimentos externos diretos (IDE) na América Latina. 

Alessandra Cavalcante de Oliveira – Aliança do Pacífico: proposta e desafios na inserção internacional da América Latina.

Alessandra Chélest – O papel do teatro Ictus como centro de resistência à ditadura chilena.

Alessandro Rodrigues Chaves- Neodesenvolvimentismo e lutas sociais: afinidades e distanciamentos entre os modelos brasileiro e argentino. 

Alexandre Henrique Monteiro Guimarães- Luz, câmera e revolução: encontro de identidades sul-americanas nas ações itinerantes do Morrinho junto ao barrio Altos de la Florida – Colombia. 

Aline de Sá Cotrim – Imigração japonesa no Peru e no Brasil: motivações, dificuldades e assimilação. 

Alzira Lobo de Arruda Campos, Marília Gomes Ghizzi Godoy e Patrícia M. F. Coelho – Os índios bruxos de Teupasenti ou a “colonização do imaginário”. 

Alyne Viana de Oliveira e Maria Luísa Telarolli – Brasil e o contexto regional. 

Ana Elisa Thomazella Gazzola – Política Externa Brasileira e Integração Regional: A ampliação institucional do Mercosul rumo à UNASUL.

Ana Flávia Ercolini Ferreira – As marcas literárias de Gabriel García Márquez em textos jornalísticos das décadas de 1950 e 1980.

Ana Paula Ferreira de Brito – A recuperação dos lugares de memória da ditadura no Cone Sul: um estudo de caso.

Ana Sofia Garcia Salas- Politica exterior de Venezuela para América Latina durante el gobierno de Hugo Chávez.

Ananda Simões Fernandes – Os Serviços de Inteligência no Uruguai durante a ditadura (1973-1985).

André Leite Araujo – O ingresso da Venezuela no Mercosul: o comportamento dos partidos políticos no Congresso Nacional brasileiro entre 2006 e 2015. 

André Luiz Lopez Valverde e Sônia Seger Pereira Mercedes – A Teoria da Dependência e suas aplicações na América Latina neoliberal.

Andrea Cristiane Maraschin Bruscato – Políticas de Educação Infantil/Educación Inicial na Argentina, Brasil e Uruguai: apontamentos de um estudo comparado.

Angelo Raphael Mattos- A diplomacia parlamentar no âmbito do MERCOSUL.

Azucena Citlalli Jaso Galván – Documentar a guerra suja no México: a censura e o direito à informação e a verdade (México 2002-2016).

B

Beatriz Bandeira de Mello – Perón: entre o Partido Justicialista e o movimento sindical (1943-1955).

Beatriz Montagnolli – Visões sobre América Latina nos livros didáticos de Geografia.

Beatriz Walid de Magalhães Naddi – O México na Aliança do Pacífico.

Benedito José de Araújo Veiga – Dona Flor e seus dois maridos de Bruno Barreto: a chegada na Argentina.

Bruno Fernandes Mamede – O Cardeal Joseph Ratzinger e a crítica a alguns aspectos da Teologia da Libertação.

Bruno Ferreira, Maurício Perin Dambros e Patrícia de Lima Félix – (Re)pensando a libertação latino-americana na sociedade em rede.

Bruno Nascimento Huyer – Entre colonos e parentes: crônicas mbyá-guarani no Cone Sul.

C

Cairo Gabriel Borges Junqueira – Brasil, Argentina e a integração no Mercosul: trajetórias e projeções subnacionais em meio à relação doméstico-internacional.

Camila Antunes Madeira da Silva – Xenofobia direcionada aos imigrantes haitianos na República Dominicana: motivações e implicações.

Candice Machado – America Latina para que te quero? Uma comunicação livre para um povo livre.

Carla Francisca Fatio – I Bienal Latino-Americana de 1978: pelo viés do pensamento crítico de Juan Acha.

Carlos Eduardo Malaguti Camacho – Repensar a resistência armada na América Latina a partir da perspectiva da História conectada.

Carlos Germán Meza González, Nilton Bispo Amado e Ildo Luis Sauer – Desenvolvimento sustentável, transição energética mundial pós-combustíveis fósseis e o pensamento político da esquerda latino-americana.

Carolina Abrão Gonçalves – O limiar entre ser boliviano e ser brasileiro: as identidades híbridas das crianças imigrantes na cidade de São Paulo.

Carolina Jiménez M – Negociaciones, luchas sociales y proceso constituyente en Colombia. La paz como un escenario en disputa para Nuestra América.

Carolina Veloso Costa – O neobarroco em necrológio de Victor Giudice.

Cauanna Gaudio, Maria Luísa Telarolli e Tainá Dutra – Política externa, congressos nacionais e a integração regional.

Christina Fuscaldo de Souza Melo – Pensar a Música Sertaneja desde a América Latina.

Chryslen Mayra Barbosa Gonçalves -Ecologia dos saberes e Pachakuti: entrelaçando análises descoloniais.

Cíntia de Jesus Soares Bisetto – O desenrolar da integração Brasil – Uruguai no século XXI.

Clara Angélica Contreras Camacho – Escritos sobre dirección. Apuntes de mujeres.

Cleonice Elias da Silva – As ressignificações das ditaduras brasileira e argentina: uma análise dos filmes Zuzu Angel (Sérgio Rezende, 2006) e La historia oficial (Luiz Puenzo, 1985).

Cristina de Branco – Agentes e atuações artístico-culturais imigrantes latino-americanas contemporâneas na cidade de São Paulo e a invenção de novas latinoamericanidades.

Cyntia Santos Ruiz Braga e Viviany Yamaki -Direitos sociais dos trabalhadores religiosos neopentecostais na América Latina: comparações entre Brasil e Chile.

D

Daiana Pereira Neto – A Literatura de Viagem e a América Latina: experiências de Domingo Faustino Sarmiento e Paul Groussac.

Daniela Calvo Rodrigues Dionizio – Silenciamento: quando um mural se torna prisioneiro.

Daniella da Silva Nogueira de Melo – As políticas de combate ao tráfico humano na América Latina: caso Brasil e Colômbia.

Danielle Jacon Ayres Pinto, Giuliana Facco Machado e Yasmine Pereira Sensão – Perspectivas de gênero a partir da identidade feminina na representação presidencial do Brasil, Chile e Argentina.

Danilo de Santana Cardoso – A festa da Virgen del Carmen em Paucartambo: uma abordagem etnográfica.

Debora Armelin Ferreira – Construção Identitária na arte: um diálogo entre Ana Mendieta e Frida Kahlo.

Denise Bianca Maduro Silva Passades – A educação comparada e a literatura sobre profissão docente na América Latina: uma abordagem metodológica.

Denise Trindade – Arte e cultura na América Latina: cartografias do esquecimento.

Diego Pereira de Siqueira – Lulismo e evismo: um balanço parcial.

Dinalva Derenzo Roldan – Dimensão latino-americana do estudio sobre las condiciones del desarrollo de Colombia de Louis-Joseph Lebret.

Diogo Ives – Multiculturalismo e plurinacionalismo: teorias de representação para a América Latina.

E

Edson Viggiani Júnior – Bom Retiro: imagens, culturas e identidades.

Eduardo Antonio Velásquez Carrera – La Nueva Guatemala de La Asunción, 1898-1931.

Eduardo Junio Santos Moura – A América Latina existe! notas para pensar a decolonialidade e a desobediência docente em artes visuais.

Elisângela da Silva Santos – O ensaio como forma nas obras de Miguel de Unamuno e de José Enrique Rodó.

Elson Luiz Mattos Tavares da Silva – Da ditadura à democracia: os lugares da memória na TRANSIÇÃO POLÍTICA no Brasil e na Argentina.

Eribelto Peres Castilho – Teoria do Autoritarismo e o “mito da ditabranda”.

Estela Rocha de Ungaro – Wall Kintun e Lei de Meios: autorrepresentação e vozes dos povos originários na Argentina.

Evandro Charles Piza Duarte e Marcos Vinícius Lustosa Queiroz – Onda Negra na Constituinte de 1823: as tensões da liberdade na transição da Independência brasileira.

Evellyn Freitas Bibiano – A perspectiva feminina em La mujer que llegaba a las seis e María dos Prazeres, de Gabriel García Márquez.

F

Fabianne Manhães Maciel e Lucas Pontes Ferreira – Exercício dos direitos através das lutas sociais na América Latina e o paradigma democrático.

Fabianne Manhães Maciel e Diogo Quaresma Santos – Participação Popular em Políticas Públicas no Constitucionalismo Latinoamericano 

Fabio de Oliveira Maldonado – A influência do pensamento de Caio Prado Jr na obra de Ruy Mauro Marini.

Fábio do Espírito Santo Martins – Alianças cosmopolíticas entre os Mbyá Guarani do Brasil e Argentina: relações político-culturais no contexto de Autodemarcação da Terra Indígena Tekoá Mirim.

Fábio Luis Barbosa – Para além do PT: a esquerda brasileira e o impeachment.

Felipe Cordeiro da Rocha – História da construção da educação do campo na Argentina, Brasil e Paraguai e a escola do campo na tríplice fronteira.

Fernanda Eduardo Olea do Rio Muniz – Contribuições do Visconde do Uruguai para o Processo de Integração Regional na América do Sul.

Fernanda Feltes – Nicarágua pré-revolucionária como território de aplicação do Terrorismo de Estado: uma possibilidade de análise.

Francisco Denes Pereira – O papel da comunidade De Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC) na concertação política e integração latino-americana atual.

G

Gabriel Graziottin – As estratégias da relação Estados Unidos-Colômbia e seus desdobramentos para a correlação de Forças Sul-Americanas(2000-2015).

Gabriel Lima – Forma e conteúdo social em El Otoño del Patriarca, de Gabriel García Márquez.

Gabriel Thomas Dotta – Sociedade e estado na condução da memória em contextos transicionais: construindo a democracia na América Latina.

Gabrielle Andrade da Silva e Monyele Camargo Graciano – Discriminação racial e resistência negra: um estudo comparativo entre as conjunturas brasileira e colombiana.

Gessica Fernanda do Carmo – A Política Externa Brasileira durante os Governos Lula da Silva: A saúde na América do Sul.

Gisele Souza Moreira – Imaginários sobre os imigrantes no discurso político eleitoral argentino.

Guilherme Augusto Guimarães Ferreira e Clarissa Correa Neto Ribeiro – A estrutura institucional do MERCOSUL: análise da evolução dos espaços de participação social.

Guilherme Vitor de Gonzaga Camilo – A defesa dos direitos humanos na América Latina.

Gustavo Louis Henrique Pinto.- A dimensão política no estruturalismo cepalino: as contribuições de Celso Furtado e José Medina Echavarría.

H

Heline Sivini Ferreira, Diogo Andreola Serraglio e Camila Gonçalves Lemos – Os conflitos armados e os deslocados internos na Colômbia: uma análise da crise humanitária no país latino-americano.

Henrique Guimarães da Silva – Redes intelectuais e revistas culturais: Amauta e a América Latina.

Hygino Sebastião Amanajás de Oliveira – Finanças públicas sob a ótica do direito ao reconhecimento e novas perspectivas de fortalecer a solidariedade social na América Latina.

I

Isa Bandeira  – Ricardo Teles, Hernan Díaz e Ricardo Rangel: o feminino na fotografia.

Isabella Alves Lamas – Colonialismo Epistêmico na América Latina: Povos Indígenas e Corporações Multinacionais Mineiras.

Italo Beltrão Sposito – Processos históricos de redirecionamento na política externa latino-americana.

Ival de Assis Cripa – Canudos, tomóchic e as trajetórias intelectuais Heriberto Frías e Manuel Benício no México e no Brasil.

Ivanil Nunes – O Estado de São Paulo no centro da Integração Regional Sul-Americana.

J

Jacqueline Ahlert – Um patrimônio em movimento: a estatuária nas capelas missioneiras da província do Paraguai (XVII – XVIII).

Jáder Muniz – A utopia de Arturo Belano.

João Knijnik – Tensão social no novo cinema latino-americano.

Jóhidson Ferraz – UNASUL – Governança em trânsito: contribuições para a alteração da governança regional ou uma questão de institucionalidade?

Jonas Teixeira Marinho – A influência chinesa nos processos de integração na América Latina.

Jorge Luiz Raposo Braga – A América do Sul na política externa do governo Lula da Silva (2003-2010): integração regional e conflitos territoriais.

José Francisco Martínez Salgado – Teatro latinoamericano de los años sesenta. El problema del ‘otro’ en Los invasores de Egon Wolff y La orgía de Enrique Buenaventura.

Joséli Fiorin Gomes –  A contribuição da Rede Mercocidades para o desenvolvimento da integração fronteiriça junto ao MERCOSUL: o papel da paradiplomacia municipal sul-americana na concretização da integração regional em zonas de fronteira.

Joséli Fiorin Gomes – “Nuestro norte es el sur” como mote para repensar a integração regional sul-americana: o ensino da temática em relações internacionais a partir do contato com a arte construtiva de Torres García.

Joyce Louback Lourenço – O Constitucionalismo e as experiências democratizantes na América Latina: um estudo comparativo entre as Constituições do Brasil, Colômbia e Equador.

Júlia Melo Azevedo Cruz – O repertório de confronto do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN).

Julián Cuaspa Ropaín – Educação popular e pensamento descolonial na América Latina: uma leitura das pedagogias críticas, o capitalismo e a transformação social desde Marco Raúl Mejía.

Juliana da Silva Henrique – Violência de gênero e resolução de conflito: A experiência dos movimentos autônomos na Argentina, Brasil e México.

Juliana Maria de Siqueira – Da biologia do conhecer ao bem-viver: contribuições epistemológicas latino-americanas para descolonizar a museologia.

Juliane Caravieri Martins – Os parlamentos da integração regional na América Latina: o PARLANDINO e o PARLASUL. Convergências e dissensões.

Juliane Caravieri Martins – Caminhos para a integração social no MERCOSUL no contexto do regionalismo do século XXI.

K

Karen Johanna Bombón Pozo e Lucas Arantes Miotti – Repensar o modelo de estado latino-americano: analise sobre o estado plurinacional da Republica do Equador.

Karin Helena Antunes de Moraes – Las habladurías del mundo no pueden atraparnos: a estética de Artaud como elemento de compreensão histórico-social da Argentina (1966-1973).

Kelli Cristine de Oliveira Mafort e Matheus Gringo de Assunção  – Neodesenvolvimentismo: conciliando o inconciliável.

Kildo Adevair dos Santos – Mariátegui: contribuições para o pensamento pedagógico contemporâneo latino-americano.

Kláutenys Dellene Guedes Cutrim e Conceição de Maria Belfort de Carvalho – Museus comunitários: repensando desafios e possibilidades na América Latina.

L

Lana Rodrigues Araújo e Antônio Walber Matias Muniz – Ensino Superior – uma análise comparativa sobre os reflexos da integração regional entre Brasil e Argentina.

Lana Rodrigues Araújo e Antônio Walber Matias Muniz – Integração regional entre Brasil e Chile – intercâmbio acadêmico como forma de promover o desenvolvimento nacional.

Larissa Jorge G. M. Silva – O petróleo em perspectiva nos governos de Lázaro Cárdenas e Getúlio Vargas.

Laura Cristina Feindt Urrejola – Organizações Internacionais e as Comunidades Indígenas na América Latina: o caso da Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o processo de consulta prévia na Argentina, Brasil e Chile.

Leandro Fernandes Sampaio Santos – A Inserção do Tráfico de Drogas na Agenda de Segurança da Comunidade Andina de Nações.

Leon Santos Padial  – A diversidade étnico-racial negra nos currículos escolares brasileiros e colombianos: desafios e possibilidades.

Leonardo Guedes Marrero e Alejandra Torres Torres – El proyecto editorial de Aquí Poesía en el contexto latinoamericano de los 60’: poesía y canto popular.

Liana Maria Milanez Pereira – Televisão pública: riscos e recuos. Percursos de duas televisões que renascem no novo século: Senãl Colombia e TV Brasil.

Lucas Bispo dos Santos  – As Negociações do Acordo de Associação Inter-regional Mercosul-União Europeia: os ímpetos de negociação dos atores governamentais Argentina e Brasil.

Ludmila Ferreira Ribeiro – Autonomia guarani charagua iyambae: os desafios para a reconstituição do território e do Ñande Reko Guarani.

Luís Cláudio Rocha Henriques de Moura – Considerações acerca da construção da nação e do povo: testemunhos da Argentina, Brasil e Chile.

Luis Fernando Marozo e Yanna Karlla H. G. Cunha – Processos identitários na ficção: macunaíma e concerto barroco. Confluências e divergências.

Luísa Weichert e Surrailly Fernandes Youssef  – Justiça de Transição no Sistema Interamericano de Direitos Humanos: estabelecendo parâmetros para o Cone Sul.

Luiz Eduardo Pinto Barros – A cultura política do varguismo no brasil e do peronismo na argentina: um diálogo com a obra “Multidões em cena” de Maria Rolim Capelato.

Luz García Neira – Invisibilidade ou miragem? O Brasil e a moda.

Lyda M. González Orjuela – Hacia un modelo pedagógico para la inclusión escolar de personas que hicieron parte del conflicto armado colombiano.

M

Marcela Belchior – Poéticas de mobilidade na América do Sul: uma compreensão do continente a partir dos processos de criação das rotas de viajantes independentes.

Marcela Franzoni – A política externa do México para a América Latina a partir de 2006: possibilidades e desafios.

Marcela Cristina Quinteros – O imperialismo/anti-imperialismo no revisionismo histórico paraguaio.

Marcela Paz Carrasco Rodríguez e Felipe Sousa Prado – A questão indígena nas ditaduras civil-militares na América do Sul: um estudo comparativo entre o povo Krenak (Brasil) e o povo Mapuche (Chile).

Marcelle Cristine de Souza – Narrativas sobre as meninas-mãe: aborto e abuso sexual na imprensa do Brasil e do Chile.

Marcelo Argenta Câmara – Territorialidades em Conflito e Projetos de Desenvolvimento na América Latina.

Marcelo Mendes Chaves – O Paineil dos Povos Indígenas de Poty para o Memorial da America Latina.

Márcio Augusto Scherma – Cidades-gêmeas e integração: o caso de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

Marcos Antonio Fávaro Martins  – Sobre a geopolítica de Segundo Storni: raízes epistemológicas do seu pensamento e percepção da política sul-americana.

Marcos Mantoan – Uma aventura moderna na América do Sul: arte e cultura no contexto da Guerra Fria.

Marcos Taroco Resende e Múcio Tosta Gonçalves – A formulação do pensamento neoliberal na América Latina em perspectiva comparada: o pensamento econômico de Eugênio Gudin (Brasil), Martinez de Hoz (Argentina) e Sergio de Castro (Chile).

Evandro Charles Piza Duarte, Gabriela Barretto de Sá, Marcos Vinícius Lustosa Queiroz – Os locais e as ausências da diáspora africana no Novo Constitucionalismo Latino-americano.

Maria Beatriz Pauperio Titton e Andrea Cristiane Maraschin Bruscato – Brasil e Chile: desafios da Educação Integral.

Maria de Fátima Souza da Silveira – Políticas Públicas de combate à pobreza na América Latina: o caso brasileiro e mexicano.

Maria de Lourdes Silva de Oliveira – Das redes para as ruas, das ruas para as redes: uma cartografia preliminar das plataformas net-ativistas de participação política e ação coletiva na América Latina.

María Fernanda Sarmiento Bonilla – MESTRA AMÉRICA LATINA: Relações entre o projeto continental, os movimentos artísticos e espaço público das cidades latino-americanas

Maria Margarida Cintra Nepomuceno – O Papel de Getúlio Vargas na Elaboração de uma Diplomacia Cultural para a América Latina, após os anos 30.

Maria José de Rezende –  As ditaduras militares na América Latina e seus reflexos na construção do desenvolvimento humano proposto pelo PNUD/ONU.

María Sabina Uribarren – Duas restaurações na Igreja da Companhia de Jesus de Córdoba, Argentina, durante o século XX: da construção de uma ideia de Nação à cooperação internacional.

Mariah Freitas Monteiro – O Parlatino e os desafios da integração latino-americana: a questão das pluralidades.

Mariana Beatriz Mataluna Botelho – Ensino Médio na Argentina e no Brasil: um estudo comparado do Colégio de Aplicação da Universidade de São Paulo e do Colégio Nacional da Universidade de Buenos Aires.

Mariana Santos Teófilo –  Música folclórica engajada: Chile e Brasil.

Mariana Torreão Brito Arcoverde – Gênero e interseccionalidade: chaves de leitura para um feminismo latino-americano.

Mariana Martinez Wilderom Chagas – Arquiteturas possíveis para políticas urbanas inovadoras: diálogos entre São Paulo e Medellín.

Mariane Ambrósio Costa – Feminismos e organização política feminina nas últimas décadas do século XX: o caso uruguaio.

Marina Ghirotto Santos  – Entre resistir e re-existir: plurinacionalidade e Sumak Kawsay no Equador do Socialismo do Bem Viver.

Matheus Felipe Silva, Antonio Vicente Pessoa de Oliveira e Cristiano Cícero Santana da Silva – PARLASUL: há importância na experiência legislativa prévia dos parlamentares diretamente eleitos?

Mauricio Alejandro Diaz Uribe – Territorio, Memoria y Resistencia. Génesis del movimiento indígena en los Andes colombianos.

Maurício Perin Dambros e Maria Aparecida Lucca Caovilla – Reflexões para um pensamento jurídico libertador.

Mayra Coan Lago – Representações políticas da América Latina nas páginas da revista Em Guarda: para a defesa das Américas.

Mayra Coan Lago – Excelentísimo Señor Presidente de la Nación: imaginários populares no primeiro peronismo (1946-1955).

Michelle Márcia Cobra Torre – Simón Bolívar entre a história, a memória e a ficção.

Mikael Iago da Cunha Ferreira e Maíra Dias de Freitas – América Latina e Identidade: um estudo da Guiana Francesa.

Moisés Carlos Ferreira – A implantação da D.S.N – Doutrina de Segurança Nacional e a Operação Condor no Brasil e Argentina.

Mônica Martins Naves e Pedro Henrique de Moraes Cícero – Desigualdade e desenvolvimento na Venezuela: uma análise histórico-contemporânea.

N

Natali Laise Zamboni Hoff  – História das Relações Internacionais desde a América Latina: a contribuição de Anibal Quijano para o estudo da História das Relações Internacionais.

Newman di Carlo Caldeira – O pleito da cativa Ignacia Gauna e as ambiguidades do processo de abolição do regime de trabalho escravo na Bolívia (1825-1851).

Nicholas Rauschenberg – La Ley de Medios de comunicación en Argentina: del debate público al ocaso macrista.

Nicholas Rauschenberg – Un esbozo para una sociología del teatro argentino.

P

Pablo José Carrizalez Nava – Uma aproximação teórica às novas propostas de integração latino-americana: ALBA-TCP e PETROCARIBE.

Paola Cristina Nicolau – Ausência de políticas de integração legislativas de proteção aos refugiados na região sul-americana a partir do caso do Mato Grosso do Sul.

Paola Lili Lucena – Erico Veríssimo e Vianna Moog: olhares sobre o México, sua história e sua cultura.

Patricia Silva Zanella – A preservação do patrimônio cultural e a internacionalização através da paradiplomacia de Itanhaém à Viña Del Mar – uma análise comparativa.

Paula de Sousa Constante – O Buen Vivir e seus reflexos na construção de uma alternativa mundo: olhares desde Bolivia.

Paulo Alves Pereira Júnior – La Tribuna e a ditadura cívico-militar de Alfredo Stroessner no Paraguai (1978-1979).

Paulo Inacio Junior –  Hidropolítica no Tratado de Itaipu: a geopolítica do Brasil na renegociação de 2009.

Paulo Sérgio da Silva – As relações entre Brasil e Argentina: ensaio de coordenação política e cooperação estratégica (1961-1964).

Paulo Vinícius Menezes de Medeiros – Reprimarização da economia latino-americana: o discurso dos investimentos em infraestrutura de transporte como projeto modernizador e desenvolvimentista.

Pedro Henrique Dias Alves Bernardes – A apatridia dentro do regime interamericano de direitos humanos: o caso de dominicanos de ascendência haitiana.

Pedro Henrique Leite – Literatura cubana no exílio: a narrativa neobarroca em Cobra (1972), de Severo Sarduy.

Pedro Henrique Chinaglia e Waleska Cariola Viana – Estado Westfaliano vs Estado-Nação e seus reflexos nas colônias da América Latina.

Pedro Maia – Grupos Armados e Violência Urbana em Caracas: Novas Guerras e Narcotráfico Transnacional.

Priscilla Barranqueiros Ramos Nannini  – Livro de artista e o universo das palavras: Mira Schendel e Torres García.

Priscila Ribeiro – “No la deuemos dormir la noche santa”: das Folias de Reis do Brasil aos vilancicos chilenos, uma tradição Ibero-Americana.

R

Rafael José Abreu de Lima e Carla Appollinario de Castro – A experiência latino-americana de justiça de transição: uma reflexão comparativa à luz dos Direitos Humanos.

Rafael Rezende – O populismo de Ernesto Laclau e o Movimento ao Socialismo.

Rafael Teixeira de Lima – A integração da infraestrutura sul-americana: neodesenvolvimentismo e neoextrativismo brasileiro nos governos Lula da Silva (2003-2010) e o eixo Brasil-Bolívia-Peru nos marcos da IIRSA.

Rafaela Cássia Procknov e Ronaldo Tadeu de Souza – O Político e o Social como Forma: uma aproximação a partir de Martí, Rodó e Mariátegui.

Raony Palicer e Meire Mathias  – Hegemonia e Política Internacional na América Central.

Raquel Lara Rezende e Lara Nasi – Iruya: choques e mudanças no encontro com cosmologias do capitalismo.

Renata Baldin Maciel – Aspectos multiformes do significante América Latina.

Renata Cristina de Oliveira Maia Zago e Thamara Venâncio de Almeida – O ápice e a diluição da videoarte: A mudança de foco em festivais de vídeo na América Latina.

Renata Ferreira da Silveira – Apontamentos sobre as territorialidades zapatistas.

Renata Maria de Almeida Martins – Novas Perspectivas Historiográficas e de Preservação do Patrimônio Cultural latino-americano: o caso das Missões Jesuíticas na América Portuguesa e na América Espanhola.

Reynaldo Zorzi Neto – A educação superior argentina no governo Néstor Kirchner.

Ricardo Abreu de Melo – Abreu e Lima. Um brasileiro entre os Libertadores da América.

Ricardo de Lima Jurca, Maria Izabel Sanches Costa e Aurea Maria Zöllner Ianni – O Sistema de Saúde entre o Estado e o mercado na Costa Rica e América Latina.

Ricardo Gustavo Garcia de Mello – A América sob o signo civilizador de Cristo: Víctor Andrés Belaunde e o legado ibérico na transmissão da cultura.

Roberta Maria da Silva Muniz – América Latina nas narrativas de Eduardo Galeano: (re)visões de história, ficção e identidade.

Roberta Lemos Lussac – Identidade de gênero: como Brasil e Argentina tratam o direito ao nome das mulheres transexuais e travestis.

Rodrigo Ito e Candice Machado – A volta do pensamento liberal na América Latina? Um estudo sobre a influência da escola econômica austríaca na região.

Rogério do Nascimento Carvalho – Ilhas Malvinas: análise de segurança e defesa no Atlântico Sul.

Rosangela Malachias – Epistemologias Afrobrasileira e Afrocolombiana na Interface Comunicação e Educação.

Rosembert Ariza Santamaria e Gabriela Barretto de Sá – Otras historias y la misma verdad: violencia y justicia de transición en Colombia.

S

Sabrina Rodrigues Santos – Instrumentos para a realização da justiça social no MERCOSUL: cooperação jurídica internacional e diálogos entre Cortes Supremas.

Salete Maria da Silva e Cristiane Estefania dos Reis Gonçalves – Cartografia da legislação de combate à violência contra a mulher na América Latina: um estudo exploratório.

Samantha Maia Araujo – As narrativas da imprensa sobre a deposição de Manuel Zelaya em Honduras.

Scheyla Tizatto dos Santos – “Guerrilhas não trazem preocupação ao Brasil”: A luta armada e seu caráter exógeno nas páginas do Jornal Brasil na década de 1960.

Sebastião Guilherme Albano e Leandro William Pires Travassos – Dogmas de la inteligibilidad latinoamericana en el siglo XX.

Shyrley Tatiana Peña Aymara – La minería como amenaza al Buen Vivir en Cajamarca (Perú).

Simone da Rocha Abreu – Fundação Bienal de São Paulo: entre a identidade universal e a latino americana.

Solange Sólon Borges  – Repressão ao imigrante em São Paulo – Discurso mítico contra espanhóis e japoneses em 1930 e 1940.

T

FEHLAUER_SP20 – Anais do II Segundo Simpósio Internacional Pensar e Repensar a América Latina

Thais Castelli – Os estados soberanos e a realidade da integração regional informal: o papel das multinacionais como agentes do processo de regionalização – o caso Brasil/ Paraguai.

Thales Valeriani Graña Diniz e Maria Cristina Gobbi – Produções de sentido nas fotografias das capas do jornal Clarín sobre o afastamento da presidente Dilma Rousseff .

Thays Keylla de Albuquerque – Memórias da violência: uma análise de narrativas do eu na literatura contemporânea latino-americana.

Thiago Bastelli Gramasco – Os desembolsos do BNDES para a América Do Sul com destaque para o caso argentino (2003-2010).

Túlio Fernando Mendanha de Oliveira – Correspondência entre ficção latino-americana e pensamento social: um sobrevoo entre realismo mágico e tradições e superstições goianas.

V

Valéria Luciene do Nascimento e Maria Rita Neto Sales Oliveira – O movimento negro na América Latina: Brasil e Colômbia.

Vamberto Fernandes Spinelli Junior – Juntas vicinais na cidade de El Alto: entre um passado de subordinação e a construção de um novo paradigma político “desde abajo”.

Vanda Maria Martins Souto –  Brasil, Bolívia: os governos Lula da Silva e a política externa (2003-2010).

Vanessa de Castro Rosa – A revolução não será televisionada, mas os golpes serão! O neogolpismo na América Latina a partir da Venezuela e Paraguai.

Verônica Gomes Olegário Leite – História e violência: a representação literária pós Conflito Armado Interno do Peru.

Virginia Santiago dos Santos Góes – Colonialidade do saber e integração latino-americana: considerações sobre possibilidades de resistência epistêmica.

Viviane da Silva Araujo – Retratos do pitoresco: tipos urbanos entre modernidade e tradição.

 W

Walter Antonio Desiderá Neto e Bruna Penha – As regiões de fronteira como laboratório da integração regional no MERCOSUL.

Wendell Marcel Alves da Costa – Paisagens urbanas e espaços de representação no cinema latino-americano.

Z

Zenaida Luisa Lauda Rodriguez – Conflictos socioambientales precautorios. Confluencia entre principios jurídicos y democráticos.